Arquivo da categoria: News

AVÓ DEZANANOVE E O SEGREDO DO SOVIÉTICO RECEBE APOIO DO ICA À PRODUÇÃO

A próxima produção da Kanema, será uma longa metragem de ficção realizada por João Ribeiro (Moçambique). O projecto acaba de receber um apoio à produção pelo ICA (Instituto do Cinema e do Audiovisual – Portugal) no seu último concurso para as Co-Produções com os PALOP’s (2015).

IMG_4590
Capa do Livro “Avó Dezanove e o Segredo do Soviético” – Editora Caminho

Este filme é uma adaptação para cinema do romance homónimo de Ondjaki, escritor angolano com uma vasta obra já publicada em diversas línguas e é uma co-produção apresentada a concurso pela Fado Filmes (Portugal)  com guião de João Nunes (Portugal).

João Ribeiro (Festival de Cinema de Locarno, 2014)
João Ribeiro (Festival de Cinema de Locarno, 2014)

Esta será a segunda longa-metragem do Realizador juntando-se assim a “O Último Vôo do Flamingo” (2010) a obra-prima do Realizador.

GOOD PITCH2 OPEN CALL

Good Pitch² will be coming to Nairobi in 2016, presented by DOCUBOX Kenya in collaboration with BRITDOC.

As you may already know, Good Pitch is a unique professional mentorship programme devised by BRITDOC to help documentary filmmakers develop impact and distribution strategies, as well as to find new funders and connect with new allies. For more information on the international programme and its Kenyan addition see https://goodpitch.org/events/gpke2016.

The call for entries to Good Pitch² Kenya is open until November 2nd and we are on a recruiting drive! Are you working on a project that might be eligible? Do you know a fellow filmmaker who should be encouraged to apply?

What are we looking for?

Great documentary projects from filmmakers that fulfill these criteria:

Films that tackle a significant national, regional or global issue or have something important to show us about the world and ourselves
Film teams who are looking for partnerships and funding to help their film create change around leading social justice and environmental issues
Films that are currently in production and will be 60+ minutes in length when finished.
Filmmakers who live and work in Africa.

“O ÚLTIMO VÔO DO FLAMINGO” em exibição na Suíça

“O Último Vôo do Flamingo” realizado por João Ribeiro (Moçambique) será exibido em Basel na Suíça a 10 de Setembro. Esta exibição está no âmbito da Mostra “Mozambique in Motion” organizada pela Basler Afrika Bibliographien que de há 3 anos a esta parte organiza mostras de cinema africano naquela cidade. A sessão contará com a presença do Realizador permitindo um diálogo com a audiência.

Serão também exibidos nesta mostra os filmes “Virgem Margarida” de Licínio Azevedo, “Dina” de Pipas Forjaz e Mickey Fonseca, “Salani” documentário de Isabel Noronha e Vivian Altman e “A Costa dos Murmúrios” de Margarida Cardoso.

3-5_Flyera3-5_Flyerb

Yvone Kane (um filme de Margarida Cardoso) estreia em Maputo e Matola

A mais recente longa-metragem realizada por Margarida Cardoso (Portugal), um filme rodado maioritariamente em Moçambique, chega ás telas em Maputo e Matola em Setembro 2015.

image

Com sessões gratuitas no espaço do Centro Cultural Franco-Moçambicano (dias 21 e 22 de Set) e cinemas Lusomundo Matola (23 e 24 de Set) o filme que tem no elenco a conhecida actriz brasileira Irene Ravache e a portuguesa Beatriz Batarda, conta ainda com a participação de um elenco moçambicano de onde se destacam Ana Maria Albino e Samuel Malumbe (entre outros) estreou em Portugal em Fevereiro deste ano.

Este lançamento acontece em Moçambique numa organização da Kanema Produções com o apoio do Centro Cultural Português em Maputo, Centro Cultural Franco Moçambicano, Lusomundo Moçambique e da Mozaika.

Sinopse:

Depois da perda de sua filha, Rita volta ao país africano onde viveu a sua infância para investigar um mistério do passado: a verdade sobre a morte de Yvone Kane, uma ex-guerrilheira e ativista política. Nesse país, onde o progresso se constrói sobre as ruínas de um passado violento, Rita reencontra a sua velha mãe, Sara, uma mulher dura e solitária que vive ali há muitos anos. Enquanto Sara vive os últimos dias da sua vida procurando um sentido para os seus atos passados, Rita embrenha-se num território marcado pelas cicatrizes da História e assombrado por fantasmas da guerra, procurando o segredo de Yvone. Mas todos os caminham parecem leva-la à revelação da impossibilidade de redenção e ao esquecimento.

Matérias relacionadas:

Site do FilmeMatéria no Jornal iEntrevista com a Realizadora (Buala)

O MAFW NA SUA 3ª EDIÇÃO PREPARA-SE PARA CHEGAR À ILHA DE MOÇAMBIQUE

Está a chegar ao fim a Semana de Cinema Africano na Cidade de Maputo mas a mesma viaja para as cidades da Ilha de Moçambique na província de Nampula e Inhambane em Gaza.

O filme de abertura da Semana nos três locais é O GRANDE KILAPY do realizador Angolano  Zéze Gamboa (na foto depois de uma sessão para estudantes da ECA no INAC). O filme que foi exibido várias vezes na Cidade de Maputo foi muito bem recebido pelo público.

image

Este ano a Semana chega à Ilha pela segunda vez e espera-se que as sessões voltem a fazer aquele local reviver emoções.

A produção na Ilha está a cargo de Moira Forjaz da MAHLA FILMES, que juntamente com a KANEMA PRODUÇÕES organizam esta iniciativa.

Todas as sessões são gratuitas.

Confira a programação abaixo.

image

 

3ª SEMANA DE CINEMA AFRICANO – MAPUTO 2015

Durante uma semana a cidade de Maputo vai transformar-se na capital do cinema africano com a realização da terceira edição da Semana de Cinema dedicado a África e a realizadores africanos. Neste período os amantes da 7ª arte vão poder passar pelas cinco salas de cinema disponíveis na cidade de Maputo – Cinema Scala, INAC, CCFM, Mafalala e Teatro Avenida – que exibirão 14 filmes divididos entre o programa de Clássicos e o Principal.  Sessões dedicadas à classe académica e debates sobre o conteúdo dos mesmos fazem parte do programa da 3ª Semana de Cinema Africano – Moçambique.

A Semana de Cinema vai arrancar no dia 9 de Abril, às 20h no Cinema Scala, com a estreia do filme “O Grande Kilapy”, do realizador angolano Zézé Gamboa que estará presente nesta sessão de gala. Este filme retrata a vida de um angolano dos anos 60/70, muito antes das independências. Interpretado pelo actor brasileiro Lázaro Ramos (Joãozinho) que é um indivíduo simples e indiferente às contingências da vida na colónia portuguesa – cor de pele e preconceito social – mas acabará por tornar-se um personagem incómodo para o regime. Apesar de ser ficção, esta trama foi inspirada em factos reais.

Grande Kilapy Cartaz

A longa metragem “Algo Necessário” da realizadora queniana Judy Kibinge, faz parte do cartaz da Semana de Cinema Africano (Programa Principal) e será exibida no CCFM e INAC. O filme relata a o percurso de Anne que luta para reconstruir a vida após a Guerra Civil (Quénia 2007) que tirou a vida ao marido, provocou a doença do filho e a deixou isolada numa quinta em ruínas. Por outro lado, Joseph, um jovem que participou na violência procura a redenção. No fundo Ambos precisam deixar de lado as memórias e seguir em frente.

Estarão também em cartaz no Programa Principal os filmes “Soleis” (2013) de Dany Kouyaté e Olivier Delahaye do Burkina Faso, da Guiné Conakri o filme realizado do Cheick Camara “Nuvens Sobre Conakri” (2008), “As Crianças de Troumaron” (2012) de Harrikrisna e Sharvan Anenden das Maurícias, “São Eles os Cães” (2013) de Hicham Lasri de Marrocos e o filme “Teza” (208) de Haile Gerima da Etiópia.

Os Clássicos em português “Mississe”, do realizador moçambicano Pipas Forjaz e “O Herói” de Zézé Gamboa têm direito a sessão especial no Teatro Avenida, no dia 16 de Abril, num espaço especialmente reservado ao cinema em português.

Ainda no Programa Clássicos, que distingue esta mostra, “Le Mandat” (Senegal), “Soleil Ô” (Mauritânia), “Cabascabo” (Níger), Bako L’Autre Rive (França) vão estar em cartaz no CCFM e no INAC numa retrospectiva desses importantes filmes que cobrem mais de 40 anos de história do Cinema Africano.

Cine_Teatro_Tofo_in_Inhambane

A grande novidade deste ano é a extensão da Semana de Cinema Africano para a Cidade de Inhambane. O Cinema Tofo recebe a nata do 7ª Arte africana durante o mês de Maio, bem como a Ilha de Moçambique, pela segunda vez consecutiva, o que vem reforçar o compromisso da Organização e seus parceiros em expandir este evento a nível nacional.

“Nesta 3ª edição da Semana de Cinema Africano de Moçambique abrem-se as nossas esperanças e transformar este evento num acontecimento nacional levando-o a mais algumas cidades do país. De apenas Maputo, em 2013, chegámos à Ilha de Moçambique em 2014, para este ano somarmos a cidade e Inhambane. Estamos a contribuir, desta forma, para a promoção e divulgação do cinema Africano através da exibição de histórias de ficção escritas e realizadas por africanos, jamais vistas em Moçambique. Esta acção, que nos permitiu chegar, no ano passado, a mais de cinco mil espectadores poderá nesta 3ª Edição chegar bem perto dos sete mil”, revelou o realizador João Ribeiro, director da mostra.

Fazem parte deste colectivo Mickey Fonseca (director de produção), Adiodato Gomes (produção), Magda Burity (comunicação), Diana Manhiça (grafismo), Quito Tembe (iluminação e programa cultural) Birgit Plank-Mucavele (ICMA) e a Professora Ute Fendler da Universidade de Bayreuth na Alemanha.

MAIS INFO:

O QUÊ? 3ª Semana de Cinema Africano de Maputo

ONDE? Cidade de Maputo, Cidade de Inhambane, Ilha de Moçambique

LOCAIS: Cinema Scala, Centro Cultural Franco Moçambicano, sala do INAC, Associação IVERCA, Teatro Avenida.

DURAÇÃO: 9 de Abril a 16 de Abril de 2015 (Maputo) 1 a 8 de Maio (Ilha de Moçambique; 14 a 21 de Maio (Inhambane)

ENTRADAS: Gratuítas

Contacto Comunicação

Magda Burity

Carmen Pereira

823974277

comunicacaomafw@gmail.com

madamecomunicacao@gmail.com

Contacto Organização

João Ribeiro

cineafricanomoz@gmail.com

Yvone Kane, filme de Margarida Cardoso, estreia em Portugal

Estreia a 25 de Fevereiro em Lisboa, Portugal o mais recente filme de Margarida Cardoso. Para ver no Cinema Ideal.

image

O filme maioritáriamente rodado em Moçambique (províncias de Maputo e Gaza), com actores moçambicanos, portugueses e brasileiros foi produzido pela Filmes do Tejo (Portugal). Em Moçambique o filme teve a Direcção de Produção de João Ribeiro (Kanema Produções).

MAFW – Semana de Cinema Africano

image

Confira o report da 2ª Edição da Semana de Cinema Africano que se realizou em 2014 no ano em que a Ilha de Moçambique recebeu uma réplica deste evento.

Os números, os filmes, os realizadores convidados, os parceiros e algumas fotos, tudo nesta newsletter daquele evento. Este ano a 3ª Edição chega como sempre em Abril e vai também estar em Inhambane e Ilha de Moçambique para além da cidade de Maputo.

image

 

image

 

image

 

image

 

image

 

image

 

O Último Vôo do Flamingo

DVD disponível em Moçambique

10527491_805635802802453_376106452626235144_n

 

 

 

 

 

 

Será lançado brevemente em Maputo uma edição de autor do filme “O Último Vôo do Flamingo”, filme realizador por João Ribeiro numa adaptação do livro homónimo de Mia Couto.

Este DVD terá ainda como extras a trilogia de curtas “Fogata”,  “O Olhar das Estrelas” e “Tatana”.  Esta edição chega ao público com o apoio da Cooperação Suíça em Moçambique e será lançado no Instituto Camões em Maputo já em Setembro do corrente ano.

Confira o site do filme.